Devaneios com URL 10#

10 – a verdade veio acompanhada

A realidade, essa famosa e interminável meta-narrativa, intromete-se na criação literária. À parte assuntos comezinhos como pagar as contas do mês («então, afinal não andamos aqui por amor à camisola?»), neste aspecto a Ficção Científica é especial, por inspirar-se nela, por incentivar interrogações e, a bem dizer, querer que haja cada vez mais realidade para poder subsistir (e sonhar). Uma condição anátema para alguns… mas antes ficção despretenciosa sobre um mundo paralelo ou aquele que há-de vir, do que os engodos da canalha. A hegemonização combate-se com a desmultiplicação de perspectivas. O esquecimento, com a retropectiva, a recuperação e a relembrança – afinal, o passado desaparece todos os dias. Até o mais pequeno dos passos descobre novos territórios, trilhos ignorados, aves raras, espécies em desenvolvimento – e elementos já familiares.

Ignorando nós que, talvez, seja tudo pré-calculado.

Luis Filipe Silva

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s